quarta-feira, agosto 30, 2006

o pudim d´avó

nos dias que correm, todos temos avós e avôs.
quer dizer, alguns avôs e avós já morreram, mas todos os tivemos, como um casal.
a ideia que temos, é a de que os avós vêm sempre aos pares.

outra coisa.
tenho um primo que, quando era mais jovem, dizia que queria que os pais se separassem para poder receber duas mesadas.
uma dada pela mãe, a outra pelo pai.
há ainda os casos em que os avós também dão uma mesada.
aí, o meu primo teria três mesadas.

hoje em dia, 90% das pessoas que conheço têm os pais separados.
é o meu caso.
ou seja, quando os meus filhos nascerem terão, se tudo correr bem, quatro avós.
o avô e a avódrasta.
e a avó e o avôdrasta.
[será que estas palavras existem? se não existirem quero direitos de (grande) autor!]

já pensaram bem nisto?
podemos ter o nosso filho a dizer que almoça com o avô e janta com a avó.
que estranho, não é?
ter os pais separados já é algo normalíssimo.
agora...ter os avós separados?
será que haverá miúdos com quatro mesadas?
não se me entra na cabeça, tanta separação...e tanta mesada!

2 comentários:

Jay Cee disse...

Já agora, será q só se deve ter um padrinho e uma madrinha? O meu boy diz q se deve ter qts se quiser, a criança só sai a ganhar!!!

Maga da Montanha disse...

Você esqueceu dos pais da mulher que vai ser mãe dos seus filhos. Seguindo seu raciocínio, serão 8 avós, os seus pais e os respectivos cônjuges, mais os pais dela, e os respectivos cônjuges. Nossa, essa geração tá é feita! Nada de suor do rosto ou loteria, o futuro está no divórcio!!
Ou você pretende fazer uma produção independente??

 
origem