domingo, abril 06, 2008

Barcilónia Beach

Ontem foi o (grande) autor pela primeira vez molhar os pés no Mediterrâneo.
Com um Sol convidativo e um vento tipo-guincho, a praia foi o local escolhido para a proeza.
Já na mesma, comprovou-se que a qualidade dos serviços prestados no local são bem melhores e mais diversificados do que em Portugal.
Na nossa terra temos os senhores Olá ou as senhoras que vendem bolinhos, bolas-de-berlim e diarreias, por vezes.
(Supondo-se que agora terão sido exterminados pelo monstro-ASAE.)
Por estas bandas, dado que o monstro-ASAE ainda não cruza fronteiras, esse tipo de repressão não existe, dando possibilidades a todo o tipo de comércio.
E do bom, com montes de creme por cima.
Assim, naquela praia, de 10 em 10 segundos aparecia um paki (nome dado aos paquistaneses que vendem cervejas pelas ruas, durante a noite) formulando a sua célebre questão, para o ar:
- Cervezabeer, amigo?
Perfeito, não?
Para juntar à festa, com menos frequência surgia um outro tipo de paki, este do género vendedor-de-coco.
Sim, aparecia com um coador de cozinha, segurando-o através de um cordel que lhe dava aspecto de balança, cheio de coco já partidinho e pronto a manjar.
Para finalizar em beleza, de tempos a tempos emergia uma senhora a perguntar se alguém estaria interessado numa massagem.
De origem não tailandesa, a miss universo faz uma massagem no local, em cima da própria toalha do veraneante.

Yo no creo en brujas, pelo que l'ASAE, l'ASAE.

1 comentário:

D.T. (J.) disse...

Isso é que vai aí uma coisa, hã!

 
origem