sexta-feira, novembro 20, 2009

Toma Lá Cinco.

Bem sabe o (grande) autor que este tema já foi tocado em alguma série ou espectáculo de stand-up, não se recordando de qual.
Mas é um tema sério e do qual vale a pena tornar a falar.
Haverá atitude mais irritante do que um gajo ir dar um passôbem a alguém e receber uma poiazinha com pele à volta?
Um gajo esticar a mão, preparar-se para apertar firmemente a mão alheia e de repente apertar assim uma lesma gigante, meio quente meio fria, com uns ossinhos lá no meio.
Um gajo vai e aperta uma maçã assada meio desfeita.
Um bocado de plasticina que foi ao forno.
Uma espécie de pénis com um tumor com ossinhos, meio mole.
Um bocado gigante de ranho, ligeiramente endurecido.
Uma alheira meio frita, com a pele encarquilhada.
Um alien-o-oitavo-passageiro com unhas.

Epá, senhoras e senhores pelo Mundo fora, apertem as mãos alheias como deve ser.
Ou então, com a desculpa da gripe A, deixem as mãos nos bolsos ou enfiadas no.
Mas não apertem a mão do outro como se tivessem um braço de boneca-insuflável.

Porra.

6 comentários:

PatrikBateman disse...

My friend concordo plenamente contigo...já que é para dar um passôbem que seja à homem e que se sinta cada osso da mão a estalar como se fosse um piano a desfazer-se!

Dar um passôbem até ouvir os mais de 50 ossos que a mão tem a estalar é de homem!

PatrikBateman disse...

Ouvir os ossos da mão a desfazerem-se como se um piano caisse do 7º andar assim que dás um passôbem é de homem!

L disse...

muito bem :)

Nuno Picado disse...

Mai'nada!

ADN disse...

J é sem duvida um tema batido. Mas porra nunca me tinha rido as gargalhadas :) MT mt mt bom. Vou guardar este texto para mais tarde recordar..
:)

baGa disse...

ahahahahahahah ja nao me ria assim com um post teu ha mt tempo...

 
origem